Manter a Atividade Física na Pessoa Acamada

Manter a Atividade Física na Pessoa Acamada

Na nossa rubrica “Omnimedical Responde”, recebemos recentemente a questão: “Se uma pessoa estiver acamada, o que posso fazer para se manter ativa?”.
Neste artigo, vamos abordar a importância de manter a atividade física em pessoas acamadas, dando-lhe dicas e sugerindo-lhe exercícios específicos que os seus cuidadores podem ajudar a implementar.


Importância da Atividade Física

Para além dos benefícios em termos de prevenção de escaras, que abordamos neste artigo, existem outras vantagens em manter a pessoa acamada ativa. Existe evidência científica a apoiar o efeito dos programas de atividade física em:

  • Melhoria da mobilidade em idosos;
  • Aumento da força muscular em idosos;
  • Melhoria da funcionalidade em idosos;
  • Melhoria do equilíbrio em idosos;
  • Redução do risco de quedas em idosos;
  • Melhoria da composição corporal em idosos;
  • Redução da dor crónica em adultos com certas doenças.

Enquanto ainda não existe consenso em termos do melhor plano de exercício físico para idosos, vamos dar-lhe algumas dicas que o podem ajudar a manter ou aumentar a atividade da pessoa acamada e extrair daí alguns dos benefícios mencionados.


Estabelecimento de um Plano de Exercícios

Não basta saber quais os exercícios que pretende implementar. Importa também estabelecer como vai incluir esses exercícios nas rotinas diárias da pessoa acamada e do cuidador. Também recomendamos que pondere algumas medidas para otimizar os resultados e minimizar riscos. Damos-lhe as nossas seis melhores dicas para manter a pessoa acamada ativa:

  1. Crie uma rotina diária para pôr as nossas dicas em prática todos os dias, uma ou mais vezes por dia, por volta da mesma hora.
  2. Aumente a atividade da pessoa acamada progressivamente – não queira fazer tudo no primeiro dia!
  3. Auxilie a pessoa acamada tanto quanto for necessário.
  4. Incentive a pessoa acamada a ajudar nas transferências da cama para o cadeirão ou para a cadeira de rodas.
  5. Incentive a pessoa acamada a executar os exercícios lentamente.
  6. Peça ajuda a um fisioterapeuta para adaptar as nossas dicas à sua situação específica, reduzindo assim o risco de lesões e quedas!

Exercícios Específicos

Há quase sempre forma de manter ou aumentar o nível de atividade física na pessoa acamada. No entanto, os exercícios específicos a serem implementados na vida de cada pessoa dependem das suas doenças e capacidades prévias. Assim, recomendamos novamente que contacte um fisioterapeuta para o ajudar pelo menos numa fase inicial.

De qualquer forma, vamos sugerir-lhe algumas atividades e exercícios específicos para a pessoa acamada realizar deitada, sentada e em pé, dependendo das suas capacidades.

Deitada na Cama

  • Ajudar nas mudanças de posição na cama. Mesmo que a pessoa acamada não consiga fazer muita força, incentive-a a ajudar de forma a estimular a contração muscular.
  • Mover braços e pernas enquanto está deitada. Por exemplo: fechar e abrir as mãos (sem objetos na palma da mão); dobrar os cotovelos e levantar braços com mãos em direção ao teto; dobrar os joelhos e tentar levar os joelhos ao peito; mover os pés.

Sentada no Cadeirão ou na Cadeira de Rodas

  • Sentar-se durante algum tempo. Pode sentar a pessoa com ou sem apoio de costas, dependendo da sua condição, mas arranje forma de os seus pés tocarem no chão ou num banquinho. Incentive a pessoa a manter as costas direitas e a olhar em frente.
  • Ajudar na sua alimentação. Por exemplo: levar o copo à boca.
  • Mover braços e pernas enquanto está sentada. Pode fazer os mesmos exercícios que sugerimos para a pessoa acamada deitada na cama!

Em Pé

  • Levantar-se e manter-se em pé durante algum tempo. Se a pessoa não tiver força para este passo, continue a implementar outros exercícios e não force a pessoa a levantar-se.
  • Dar alguns passos. Por exemplo: se a pessoa conseguir, ajude-a a se deslocar de uma zona da casa para a outra a andar em vez de utilizar a cadeira de rodas.

Esperemos que esta informação lhe tenha sido útil e que consiga implementar alguns destes passos com a pessoa acamada que tem a seu cuidado.

Leia também este artigo para saber mais sobre os diferentes tipos de camas articuladas e como escolher a melhor para o seu caso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *